A utilização de simulação númerica de escoamentos – através da utilização de Lattice Gas e Lattice Boltzmann – teve início, no LMPT, no ano de 1997. Após o estudo dos modelos Lattice Gas e Lattice Boltzmann, partiu-se para o desenvolvimento de algorítimos, implementação de códigos computacionais e a realização de simulações, inicialmente em estrutura simples, posteriormente em estruturas reconstruídas. O objetivo final era a previsão da permeabilidade de meios porosos, especialmente rochas-reservatório. Para os computadores da época, os modelos Lattice Gas, menos exigentes em recursos computacionais, mostraram a alternativa mais adequada. Diversas simulações comprovaram o potencial do método para a determinação de permeabilidade, sendo o método posteriormente incluído no software Imago. Simultaneamente foi desenvolvido – já entre os anos 1999 e 2001 – um modelo Lattice Gas para o estudo de fenômenos envolvendo interfaces. Nesta época, com computadores mais potentes, passou-se a utilizar com mais frequência os modelos Lattice Boltzmann, o que se seguiu foi o desenvolvimento de um modelo para simulação de fluidos miscíveis e outro para simulação de fluidos imiscíveis. Desde então o número de pesquisadores na área vem aumentando e novos modelos e aplicações têm sido desenvolvidos.

Escoamento de fluidos imiscíveis - modelo dos mediadores

Escoamento de fluidos miscíveis

Escoamentos monofásicos - modelo BGK

Método dos momentos

Boltzmann

Escoamento de fluidos imiscíveis - modelo dos mediadores

Escoamento de fluidos miscíveis

Escoamentos monofásicos - modelo BGK

Método dos momentos

 
Booleano

Escoamentos Bifásicos

Escoamentos Monofásicos
 

 

 
 
Labortório de Meios Porosos e Propriedades Termofísicas
Campus Universitário - Trindade
Florianópolis - Santa catarina - Brasil - CEP 88040-900 - P.O. Box 476
Fone: (48) 3721-7709